Mestre em Medicina Veterinária, com dissertação na área de Medicina Felina, pelo PPGMV/IV/UFRRJ (2016). Possui graduação em Medicina Veterinária pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (2013). Bacharel em Farmácia Industrial pela Universidade Federal Fluminense. Atualmente é aluno de doutorado no Programa de Pós-graduação em Medicina Veterinária (PPGMV/IV/UFRRJ). Tem experiência na área de Medicina Veterinária, com ênfase em Clínica Médica de Felinos. Preceptora do Programa de Residência em Medicina Veterinária da UFRRJ na área de Clínica Médica dos Gatos Domésticos.

RESUMO DA PALESTRA

Palestra – Hiperlipidemia em Gatos

As alterações metabólicas dos lipídios são pouco comuns na Medicina Felina. Essa afecções podem ocorrer devido a uma alteração primária no metabolismo das lipoproteínas ou como consequência de doenças sistêmicas pré- existentes como diabetes mellitus, hipotireoidismo, pancreatite, síndrome nefrótica, hiperadrenocorticismo, colestase e obesidade.

Os sinais clínicos mais comuns são diarreia, vômitos, desconforto abdominal e xantomas cutâneos. Os quadros mais graves podem levar pancreatite, alterações neurológicas e comportamentais. O uso da terapia farmacológica e do Manejo dietético rigoroso são imprescindíveis para resolução dos sinais clínicos e prevenção de recidivas do quadro, em gatos predispostos a alterações o metabolismo lipídico.


Voltar